B Resgatando O Passado: Fundamentos Teóricos E Práticos De Sistemática Filogenética
Instrutores: Dra. Veronica Slobodian

Objetivos:

O mini-curso objetiva explorar o vasto campo de conhecimento da sistemática filogenética com um enfoque em seus principais fundamentos, na aplicação desses fundamentos na prática cladística, além de prover um contato com as ferramentas computacionais de análise. Será dado um enfoque em análises utilizando dados morfológicos. 

 

Proposta:

A sistemática (construção de sistemas de classificação) é uma das mais antigas atividades humanas relacionadas à compreensão do mundo natural. Esse corpo de conhecimentos cresceu e se tornou complexo, já com uma grande contribuição de Aristóteles e diversos outros estudiosos pré-teoria da evolução. Entretanto, mesmo com o advento da teoria da evolução de Darwin-Wallace, a sistemática só se firmou como central na biologia com o estabelecimento de um arcabouço metodológico mais definido, feito a partir da organização de diversas ideias existentes na literatura e originais por Willi Hennig, no século XX. Com a formação de um sistema teórico e metodológico bem estabelecido, a Sistemática Filogenética se formou e estabeleceu como um tema unificador para as diversas áreas da Biologia, modificando o entendimento da diversidade biológica. Com o passar dos anos a sistemática filogenética se consolidou cada vez mais, resultando na existência hoje de diversas discussões teóricas e ferramentas computacionais que auxiliam os pesquisadores na execução de análises filogenéticas. Este mini-curso consiste de uma parte inicial teórica, trabalhando os principais fundamentos da sistemática filogenética, e uma prática posterior, na qual tais fundamentos serão aplicados. Serão tratados elementos como os conceitos de similaridade e comparabilidade, grupos naturais e parcimônia. Os fundamentos teóricos serão então unidos à metodologia de uma análise cladística. A porção prática abordará todas as partes da execução de uma análise filogenética, desde a escolha dos caracteres, construção da matriz, análise de parcimônia e interpretação dos resultados. Para tal, será demonstrado o uso de diversas ferramentas computacionais que podem ser utilizadas nessas etapas.

 

Material necessário: notebook

 

Número máximo de alunos: 20